quarta-feira, dezembro 25

ENTÃO TÁ: SUBSTANTIVO FEMININO?!

Meus amores, solidariedade  são pétalas que semeamos, 
enquanto cantamos a música  Doação.
 
 
Hoje, estou  disposta a participar  do que der e vier, revelando meus sonhos  numa conferência pessoal. Procurando sempre o lado  da realização.
Oh, como é fácil  eu dizer isto num  dia de chuvinha  preguiçosa, gostosa pra ficar  aqui numa boa vida!   Assim,  sem ter compromisso entre o hoje e o amanha, pós  natal.

 Descobrindo tesouros no dicionário,  na televisão,  vasculhando os canais de 01 ate  seu limite na tv a cabo.  Num tempo quase mágico, mudei para o noticiário.   Vi  superações  muitas dificuldades em todas circunstâncias.
 
Ali, o  que a vida lá fora me oferece é o  trabalho da escrituração de voluntários, abrindo sorrisos e  novas esperanças para a humanidade sofrida.  Constituída deste substantivo feminino SOLIDARIEDADE. As pessoinhas vitimadas indefesas, será que infelizes?  Angustiadas, limitadas.  Famintos de esperança, calor humano, comida e agasalhos: Cobertores de uma  valiosa grife:  AMOR!
 
Buscando lidar com o novo  sem apoio governamental concreto. Uma cena  final premeditado pela incapacidade de lidar com a diferença ?  -  A promessa de uma nova vida pelos  representantes me parecia esmola. Eles estavam ali, mas sabido  que não é  a primeira vez  que ocorrem as tragédias.
 
Sinceramente, a primeira vista tive a sensação de unir-me a sua extrema fecundidade de  igualdade com notável capacidade em auxiliar aquela gente visitada pela tragédia das chuvas.  Oferecer conforto  indefinido a eles. É estranho pensar que eles estão lá quase no fundo do poço e, de repente, ao olhar pra cima vê que ainda há esperanças de as coisas se ajeitarem. É a lição mais fortalecida neste instante!
 
As minhas preces vieram do meu subconsciente?  Sei que elas, vieram rasgando minha alma de maneira a dar uma olhadinha ao lado.  De  encontro com  a minha Senhora de Aparecida e orar. Sou assim, acredito nos tesouros das orações!
 
Não precisei de um bom tempo, diante da televisão para entender essa palavrinha: Solidariedade.  Nesse momento, eu me tornei vazia de experiências, na minha vida pessoal vendo tanta gente, vivendo neste exato momento de medo e ansiedade resultante das chuvas.  Aos poucos fui me humanizando na construção dos acontecimentos.
 
No  meu caminhar durante a manhã  pude presenciar uma atitude de gratidão suavizando os passantes, contando históricas experiências apaixonantes pela qual já passaram.  Engraçado, agora aqui no  conforto de meu quarto recebo este presente divino: Lição de Amor  ao Próximo!
 
De fato, já vimos que o espírito  disponível a solidariedade,  nada lhe será difícil combinar aqueles que foram designados ao voluntariado solidário.   Não precisamos mostrar um curriculum vitae.  Não precisamos de pleno conhecimentos do valor de nossos dons individuais uns para os outros.
 
Todos nós necessitamos da atenção dos outros para estarmos certos de  que nossos movimentos nos levam para a direção correta,  na direção da  alma aberta com muito amor  as duras realidades da vida de nossos semelhantes. 
 
Meus amores lindos!
 
Cada um  de nós somos o próximo do  outro.  Nossa vida tem um colorido e perfume diferenciado quando temos a capacidade de nos doar. Todos nós precisamos de pensamentos positivos  e de força, muita força....
 
Por isso,  devo ficar  atenta a todos vocês!
 
Senhor,  todas as situações, crises, tragédias ou não...
 
Geram oportunidades  de renascimento...???!!!
 
Obrigada pela vida, sou grata tenho apenas o que mereço?
 
Natal eterno  a todos, extrairei benefícios de todas experiências.  Só Deus nos pode ajudar a nos manter corajosos e  a fazer transformações positivas na nossa vida.   

Não existe pecado maior, nem crime maior, do que abandonar aqueles que já fizeram muito por nós... Cercado de afeto e amor e carinho,  acabo de  perceber, emocionada a grandeza de um novo aprendizado vital.
 
 
 
 
 
Roswyta
ribeirão preto - sp - br
verão de 2013
 


 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário